A origem do Agar-agar

O Agar-agar é obtido de diversos gêneros e espécies de algas marinhas vermelhas da classe Rodophyta. Tais algas são denominadas agarófitas e as principais espécies de valor comercial são a Gracilária, a Gelidium e a Pterocladia. O teor de agar-agar nestas varia de acordo com as condições do mar: concentração de dióxido de carbono, tensão de oxigênio, temperatura da água e intensidade de radiação solar. As algas são em geral coletadas manualmente por pescadores em zonas de baixa profundidade e maré baixa ou também por mergulho através do uso de equipamentos adequados. Após a coleta, as algas são colocadas ao sol para secagem até atingirem um nível de umidade ideal para processamento.


Gracilaria2.jpg